top of page

Cartão de crédito, sim ou não?

Atualizado: 28 de jun. de 2022

Como qualquer producto bancário deve ser usado com consciência e de acordo com os benefícios que possa trazer. Ao contrário de todos os outros productos de crédito é possível um uso isento de juros, desta forma dispor de um valor adiantado que pode pagar entre 20 a 50 dias dependendo da data de fecho de extrato. Podendo ser usado para fazer face a alguma despesa inesperada, existem ainda cartões que permitem fracionar em mais que uma vez sem juros.

Esta é uma visão redutora do produto, hoje em dia, (ainda para mais com a crise pandémica) as vendas on-line disparam e a forma mais segura e eficiente de o fazer é recurso ao cartão de crédito. Outro exemplo é no aluguer de viaturas em que é necessário dar caução, servindo o cartão como a mesma, não sendo necessário “empatar” valores. Para viagens também é uma excelente opção tendo em alguns casos seguros complementares muito interessantes (exemplo de perda ou roubo de bagagem).

Não há razão para ser tido “como um mau produto” quanto até sendo de crédito e havendo a possibilidade do não pagamento de juros é dos melhores produtos que a banca tem a oferecer. Mas também se tem vindo a assistir a estratégias de mercado muito agressivas, em que os valores atribuídos de plafom são muito altos levando a um consumo excessivo e por isso haver a tendência para o considerar como o responsável do sobre-endividamento familiar. Tratando-se um produto de crédito antes da adesão, deve ter conhecimento de todas as condições como a forma de pagamento a taxas de juro e vantagens associadas.

Deve também considerar a necessidade de ter vários cartões, é pratica comum dos bancos a atribuição de cartão de crédito, mas além do cartão associado à sua conta existem outras soluções até mesmo sem recurso a abertura de conta. Na altura da escolha de cartão deve ponderar qual será o uso principal, estando ciente do uso a dar, escolher no mercado o que melhor se adapta às suas necessidades. Alguns exemplos: Quer usar para viagens? Escolher um com seguros incluídos e ou milhas de viagens. Quer ter apenas para emergências? Escolher um que permita fracionar sem juros. Quer um meio de pagamento seguro e ainda ser reembolsado pelo valor gasto? Escolher um cartão com cash back. Deve sempre antes ter o máximo de informação possível sobre o mesmo, o intermediário pode ajudar a aferir as suas necessidades e ajudar a encontrar o cartão certo para si.



28 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page